Mundo

Base com militares norte-americanos no Iraque atingida por mísseis

Bob Strong

Mais de 12 mísseis terra-terra caíram no perímetro interno da base.

Um ataque de mísseis atingiu pela segunda vez esta semana a base militar Taji, no Iraque, que alberga as tropas da coligação liderada pelos Estados Unidos, afirmaram duas fontes iraquianas, citadas pela agência norte-americana AP.

As fontes, que falaram sob condição de anonimato, em linha com os regulamentos, acrescentaram que não há para já conhecimento de vítimas.

Mais de 12 mísseis terra-terra caíram no perímetro interno da base, tendo alguns atingido os aquartelamentos da coligação e outros numa pista usada pelas forças iraquianas.

O primeiro ataque contra a base de Taji, na passada quarta-feira, desencadeou a retaliação dos Estados Unidos que atacou na sexta-feira o que fontes norte-americanas disseram serem sobretudo depósitos de armas pertencentes ao Kataib Hezbollah, a milícia que Washington acredita ter conduzidos a ação.

A retaliação norte-americana terá provocado seis mortes, entre as quais um civil, alegaram as Forças Armadas iraquianas.

No ataque de quarta-feira morreram dois militares norte-americanos, sendo depois do ataque em dezembro de 2019, também com mísseis terra-terra a uma base iraquiana, o mais mortífero para o contingente dos estados Unidos estacionado no Iraque.

Veja também: