Mundo

Explosão em central de gás na Nigéria faz pelo menos 17 mortos

Temilade Adelaja / Reuters

Há dezenas de feridos.

Pelo menos 17 pessoas morreram e 25 ficaram feridas no domingo na sequência de uma explosão numa central de gás em Lagos, a capital comercial da Nigéria, informaram hoje as autoridades locais.

"Recuperaram-se 17 corpos e 25 feridos estão a ser tratados", disse hoje o diretor geral da Agência de Gestão de Situações de Emergência do Estado de Lagos (LASEMA), Femi Oke-Osanyintolu.

O incidente ocorreu no domingo de manhã na zona de Abule Abo onde mais de 50 edifícios ficaram danificados, incluindo uma escola católica feminina em que perderam a vida "várias pessoas".

Dezenas de estudantes da escola foram retiradas para um hospital de Lagos, no sul da Nigéria, indicou o coordenador local da Agência Nacional de Gestão de Emergência (NEMA), Ibrahim Farinloye, em declarações aos órgãos de comunicação social da região.

"Desconhece-se a causa principal da explosão. Registaram-se uma série de explosões secundárias que causaram danos significativos em vários edifícios", acrescentou Oke-Osanyintolu através de uma mensagem difundida pela rede social Twitter.

"Apresentamos as nossas condolências às famílias dos mortos e desejamos que os feridos recuperem rapidamente. Fazemos também um apelo à calma e instamos os residentes a não espalharem notícias falsas", disse ainda o responsável da LASEMA.

Em 2018, no Estado nigeriano de Abia, um incidente semelhante num gasoduto provocou a morte de 15 pessoas.

Em setembro do mesmo ano, pelo menos nove pessoas morreram e 34 ficaram feridas após a explosão de um camião cisterna que transportava gasolina no Estado de Nasarawa, na região de Nararawa.