Mundo

Australiano que confessou o homicídio de 51 pessoas é acusado de 92 crimes

Australiano que confessou o homicídio de 51 pessoas é acusado de 92 crimes

Especialistas consideram que o crime foi premeditado e que não há qualquer indício de perturbação mental.

O australiano acusado de ter assassinado 51 pessoas em duas mesquitas na Nova Zelândia, há um ano, declarou-se culpado de todas as acusações. Os especialistas consideram que o crime foi premeditado e que não há qualquer indício de perturbação mental.

Antes do atentado, Brenton Tarrant enviou um manifesto a 70 pessoas onde assumia o ódio aos muçulmanos e aos imigrantes. É acusado de 92 crimes.

  • 100 mortes e 5.170 casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O número de óbitos subiu de 76 para 100 em relação ao último balanço da DGS, enquanto o número de infetados aumentou de 4.268 para 5.170, mais 902 em relação a ontem. A região Norte continua a ser a mais afetada. A ministra da Saúde diz que a incidência máxima da doença deve acontecer no final de maio. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia de Covid-19.

    Direto

    SIC Notícias