Mundo

Bolsonaro diz que suspensão da nomeação na Polícia Federal foi decisão “monocrática”

Bolsonaro diz que suspensão da nomeação na Polícia Federal foi decisão “monocrática”

O Presidente do Brasil vai recorrer da decisão do Supremo Tribunal.

Jair Bolsonaro fez saber que vai recorrer da decisão do Supremo Tribunal Federal que suspendeu na quarta-feira a nomeação de Alexandre Ramagem para diretor-geral da Polícia Federal.

Alexandre Ramagem foi proposto para o cargo na terça-feira, mas o magistrado decretou a sua suspensão provisória.

A decisão do Supremo surge depois das declarações de Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de ter despedido o antigo chefe da Polícia Federal, Maurício Valeixo, para intervir politicamente nas investigações.

Entretanto, o Presidente brasileiro revogou a nomeação de Alexandre Ramagem para ocupar o cargo.

Ontem, na cerimónia de tomada de posse do novo ministro da Justiça do Brasil, Bolsonaro garantiu que vai insistir no nome de Alexandre Ramagem para a chefia da Polícia Federal.