Mundo

Observatório Venezuelano de Prisões fala em massacre de 46 pessoas

Vasily Fedosenko

A ONU já pediu uma investigação exaustiva.

A Comissão de Direitos Humanos da ONU mostrou-se profundamente preocupada com a morte de 46 pessoas este sábado numa prisão venezuelana.

Um grupo de pessoas, alegadamente composto por reclusos, terá sido assassinado pelos guardas da penitenciária de los Llanos após uma tentativa de fuga.

Há, no entanto, quem questione esta versão. O Observatório Venezuelano de Prisões garante que se tratou um massacre depois de um motim por causa da falta de condições na penitenciária.

A ONU apela às autoridades venezuelanas que avancem com uma investigação exaustiva e que trabalhem para combater a sobrelotação das prisões.