Mundo

Bolsonaro volta a participar numa manifestação contra as instituições brasileiras

Cerca de 3 mil pessoas manifestaram-se em Brasília em defesa de Jair Bolsonaro.

Em contramão com as remomendações e orientações da Organização Mundial da Saúde, o Presidente brasileiro, sem máscara, para saudou os manifestantes que estavam em frente ao Palácio do Planalto.

A manifestação de domingo teve muita repercussão no meio político e o Presidente foi bastante criticado, pois não é a primeira vez que participa em atos contra as instituições democráticas.

Ao lado da filha, cumprimentou pessoas, pegou numa criança ao colo e voltou a criticar as medidas de restrição adotadas pelos governadores dos estados mais atingidos pela pandemia.

Em Manaus, o colapso no sistema de saúde tem sido tão letal como o vírus. E no Rio de Janeiro, a secretária de Saúde, informou esta segunda-feira que a cidade, com cerca de 7 milhões de habitantes, já não tem, praticamente, vagas disponíveis de UTI para tratar doentes com Covid-19.

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO AS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS