Mundo

Interpol emite pedido de detenção de mulher de diplomata dos EUA por morte de britânico

Edgar Su

Anna Sacoolas está acusada de condução perigosa e de causar a morte de uma pessoa num acidente de viação em agosto do ano passado.

A Interpol emitiu um pedido de detenção internacional contra a mulher de um diplomata norte-americano acusada de ter causado a morte de um jovem britânico no Reino Unido, de acordo com a família da vítima.

O porta-voz da família de Harry Dunn, Radd Seiger, confirmou que a Interpol emitiu um Aviso Vermelho sobre Anna Sacoolas, acusada em dezembro de condução perigosa e causar morte num acidente de viação em agosto do ano passado.

O Aviso Vermelho é um pedido de detenção para fins de extradição emitido sobre pessoas procuradas na sequência de um mandado de detenção ou de uma decisão judicial do país requerente, sem consistir exatamente um mandado de detenção.

Harry Dunn, um britânico de 19 anos, morreu após a colisão da mota em que seguia com um carro que estava a circular no lado errado da estrada perto de uma base americana no centro da Inglaterra.

A mulher, alegadamente uma agente da agência de serviços de informação norte-americana CIA, invocou a imunidade diplomática para regressar aos EUA, tendo Washington repetidamente recusado os pedidos de extradição feitos pela justiça britânica.