Mundo

JK Rowling paga salário de um ano a quem publicou tweet a criticar Boris Johnson

Toby Melville

O tweet foi partilhado por cerca de 25 mil utilizadores.

A escritora JK Rowling, autora da saga Harry Potter, ofereceu-se para pagar o salário, durante um ano, à pessoa que fez uma publicação "não autorizada" na conta oficial de Twitter do Serviço Civil - órgão do Governo britânico - em que apelida o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de "arrogante e ofensivo".

O tweet foi partilhado por cerca de 25 mil utilizadores e recebeu quase 40 mil "gostos" antes de ser apagado, nove minutos depois.

Mais tarde, um porta-voz do Governo britânico confirmou que tinha sido iniciada uma investigação para apurar quem foi o autor da publicação. Foi então que Rowling partilhou uma imagem com o tweet acompanhada pela legenda: "Quando descobrir quem é, informe-nos. Quero dar-lhe o salário correspondente a um ano."

O tweet inicial foi uma resposta aos comentários de Boris Johnson a propósito da polémica que envolve o seu assessor, Dominic Cummings, que tinha sintomas da Covid-19 e fez uma viagem de mais de 400 quilómetros para levar o filho aos avós.

O primeiro-ministro britânico saiu em defesa do conselheiro: ”Ele agiu de forma legal, responsável e com integridade”, afirmou Johnson.

  • Uma Casa Cheia
    13:06