Mundo

Tribunal europeu condena França por violar liberdade de expressão de ativistas pró-Palestina

Vincent Kessler

Ativistas foram condenados por apelarem ao boicote de produtos importados de Israel.

O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou a França por violar a liberdade de expressão de ativistas pró-Palestina, que foram condenados por apelarem ao boicote de produtos importados de Israel.

"O Tribunal considera que as ações e comentários alegados pelos recorrentes eram de expressão política e militante e de preocupação com um assunto de interesse geral" e considera que a sua condenação em 2013 pelo Tribunal de Apelação de Colmar "não foi baseada em fundamentos relevantes e suficientes", argumenta a organização.

  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro