Mundo

Desmantelada rede de tráfico humano em Espanha

A investigação teve início em 2018 e desde então foram identificadas cerca de mil vítimas.

A maioria das vítimas desta rede eram cidadãos da África subsariana, entre elas havia mulheres grávidas e crianças.

Foram presas 12 pessoas, incluindo o líder da rede que vivia entre Portugal e a Alemanha.