Mundo

Cerca de 60 refugiados podem ter morrido em naufrágio na zona oriental da Turquia

Lago Van, Turquia.

Osman Orsal

Embarcação foi dada como desaparecida a 27 de junho

Mais de 60 refugiados podem ter sido vítimas do naufrágio, na semana passada, de uma embarcação que cruzava o lago Van, zona oriental da Turquia, disseram hoje as autoridades de Ancara.

A Turquia lançou uma operação de salvamento que envolveu helicópteros e meios navais depois de a embarcação onde se encontravam os refugiados ter sido dada como desaparecida no lago Van, no dia 27 de junho.

Até ao momento foram recuperados seis corpos.

O ministro do Interior, Suleyman Soylu, que se deslocou ao local para acompanhar a operação de resgate disse hoje aos jornalistas que as autoridades estimam que a embarcação transportava entre 55 a 60 pessoas a bordo quando foi surpreendida por uma tempestade.

Entretanto, cerca de 11 pessoas foram presas por estarem relacionadas com o tráfico de pessoas que envolveu a embarcação naufragada no lago Van.

Segundo a televisão HaberTurk os ocupantes da embarcação eram originários do Paquistão, Afeganistão e Irão.

No ano passado, sete pessoas morreram nas mesmas condições no lago Van que fica no interior do território da Turquia mas perto da fronteira com o Irão.

As redes de tráfico de seres humanos usam o lago para evitar os postos da polícia ao longo das estradas da região.

Na Turquia encontram-se, pelo menos 3,7 milhões de refugiados sírios que tentam alcançar a Europa ocidental.