Mundo

Brasil apresenta fóssil de dinossauro até agora desconhecido

O "Aratasaurus museunacionali" é um terópode carnívoro, de tamanho médio, que teria 3,12 metros de altura e podia pesar até 34,25 quilos.

Divulgação/Museu Nacional

Nova espécie foi batizada como aratasaurus museunacionali, em homenagem ao Museu Nacional do Rio de Janeiro.

Um fóssil com cerca de 115 milhões de anos e que foi apresentado hoje, ajudou a definir uma nova espécie de dinossauros. O "Aratasaurus museunacionali" é um terópode carnívoro, de tamanho médio, que teria 3,12 metros de altura e podia pesar até 34,25 quilos.

Os cientistas dizem que a descoberta poderá ajudar a perceber a história do grupo de dinossauros cujos representantes atuais são pássaros.

Divulgação/Museu Nacional

A descoberta do "Aratasaurus museunacionali", assim batizado em homenagem ao Museu Nacional, é um sinal de que outros tipos de dinossauros carnívoros habitavam o nordeste do Brasil há milhões de anos.

O fóssil foi encontrado em 2008 numa mina de gesso do Ceará. Depois de um processo lento que envolveu a remoção da rocha que circundava o fóssil, foram realizadas análises microscópicas com pequenas amostras dos ossos. O trabalho, realizado durante 8 anos após a descoberta, permitiu também reconstruir a aparência do animal em vida.

Em 2016, o fóssil foi levado para o Museu Nacional do Rio de Janeiro e, apesar do incêndio de 2018 que destruiu parte da instituição, a área onde o fóssil estava guardado não foi afetada pelas chamas.