Mundo

Russo fingiu ser Guterres para pregar partida ao Presidente da Polónia

TOMASZ WASZCZUK

Homem ligou ao recém-eleito Presidente, que reagiu com humor à brincadeira.

Um cidadão russo que se identificou como secretário-geral da ONU conseguiu contactar telefonicamente segunda-feira o Presidente da Polónia e deixou-o sem palavras quando começou a fazer perguntas sobre a Ucrânia, Rússia e ainda sobre a sua reeleição.

O "brincalhão", Vladimir Kuznetsov, conhecido por "Vovan", colocou os 11 minutos de gravação na rede social de partilha de vídeos YouTube e o gabinete do chefe de Estado polaco, Andrzej Duda, já confirmou a autenticidade.

Em vários pontos da conversa, conduzida em inglês, Duda parece surpreendido com as perguntas, mas dirige-se sempre ao impostor como "Sua Excelência".

A reação do Presidente nas redes sociais

Esta quarta-feira, na rede social Twitter, Duda escreveu que percebeu que "algo não estava certo" durante a conversa, que decorreu na tarde de segunda-feira enquanto aguardava pela confirmação da vitória nas presidenciais polacas do dia anterior.

Duda disse que começou a suspeitar porque o verdadeiro secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, não pronuncia o nome da marca de vodca Zubrowka tão bem como o impostor.

No entanto, acabou por admitir que a "voz era muito parecida" e terminou a mensagem no Twitter com um 'emoji' de uma cara a rir até às lágrimas.

Telefonema investigado

A segurança de Estado polaca está agora a investigar a forma como o impostor conseguiu chegar à fala com o Presidente e se os serviços secretos russos estão envolvidos na situação.

Numa declaração, a Agência de Segurança Interna polaca indicou que a chamada telefónica foi autorizada por um funcionário da missão diplomática da Polónia nas Nações Unidas, adiantando que está a investigar o caso.

As relações da Polónia com a Rússia são atualmente tensas, sobretudo depois de Duda ter apoiado a Ucrânia no estabelecimento de relações próximas com a União Europeia (UE).

Ainda na chamada telefónica, o impostor felicitou Duda pela reeleição, mas levou as questões para a hostilidade manifestada na campanha eleitoral, sobretudo para os comentários sobre a comunidade LGTB [Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero] , obtendo do Presidente reeleito a garantia de que "respeita bastante cada ser humano".

"Não! Não! Isso é na Ucrânia"

Duda também rejeitou a sugestão provocadora de que a Polónia estava a preparar-se para reivindicar a cidade ucraniana de Lviv, que era parte integrante do país antes da Segunda Guerra Mundial.

"Não! Não! Isso é na Ucrânia", respondeu Duda, acrescentando que nenhum grupo político polaco defende tal ideia.

Na conversa, o reeleito Presidente polaco disse ainda que a Polónia tem uma "discussão sobre História" com o homólogo da Rússia, Vladimir Putin, sobre a Segunda Guerra Mundial e sobre a "ocupação" soviética do país no pós-guerra.

Kuznetsov e outro "brincalhão" russo, Alexei Stolyarov, também conhecido por "Lexus", já embaraçaram vários políticos europeus, entre eles o Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, bem como o cantor Elton John e o príncipe Harry, com chamadas telefónicas do mesmo género.

  • 3:04