Mundo

Homem armado e com explosivos sequestra autocarro com 20 passageiros na Ucrânia

O autocarro, com as cortinas fechadas, está na praça do Teatro de Lutsk

Stringer .

"Comigo estão muitas pessoas. Tenho uma arma automática, duas bombas, a terceira é num local público da cidade; as três vão explodir, se não se fizer o seguinte". As exigências do sequestrador dirigidas ao poder ucraniano.

Um homem armado e com explosivos sequestrou hoje um autocarro com cerca de 20 pessoas a bordo na cidade de Lutsk, no noroeste da Ucrânia, informaram os meios locais e a polícia.

A polícia isolou o centro da cidade, 400 quilómetros a oeste de Kiev, a capital. O autocarro, com as cortinas fechadas, está na praça do Teatro de Lutsk, segundo o portal de notícias ucraniano korrespondent.net.

Os agentes da polícia estão a tentar entrar em contacto com o sequestrador, depois de já o terem identificado e disseram que ele expressou a frustração com o "sistema ucraniano" nas redes sociais.

Leia abaixo a tradução do texto publicado pelo sequestrador nas redes sociais:

"Feliz dia anti-sistema. Religioso-político-oligárquico, sistema do poder do terror. O Governo foi sempre e é hoje o terrorista número um.

Comigo estão muitas pessoas. Tenho uma arma automática, duas bombas, a terceira é num local público da cidade; as três vão explodir, se não se fizer o seguinte: chefes de tribunais, do Supremo Tribunal de Justiça, procurador-geral, ministro da Justiça, primeiro-ministro, Presidente da Assembleia da República, ministro da Defesa, chefe dos Serviços de Segurança, lideres das igrejas e ainda: Avakov, Poroshenko, Ahmetov, Kolomoyskiy, Pynchuk, Medvedchuk - todos têm que partilhar nas redes sociais e no YouTube um vídeo com o texto: “Eu - nome - cargo - sou um terrorista dentro da lei.”

O Presidente Zelensky publica um vídeo com o texto “Toda a gente tem que ver o filme “Zemlyani”, de 2005”.

Mais: a minha morte não vai impedir as explosões. E ainda: a verdade da boca dos 24 vai salvar centenas de vidas. Não se enganem, comemorem a verdade."

Stringer .

A imprensa ucraniana informou que foram ouvidos tiros no local, mas não ficou imediatamente claro se há feridos. Neste momento desconhece-se se o sequestrador apresentou algum tipo de exigências.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que o homem tomou o controlo do autocarro pelas 09:25, hora local (07:25, em Lisboa).

"Tiros foram ouvidos e o autocarro está danificado", afirmou Zelensky nas redes sociais, acrescentando que estão a ser tomadas medidas para resolver a situação sem vítimas.