Mundo

Santa Sofia volta a ser uma mesquita em Istambul

Milhares de pessoas rezaram junto ao antigo museu. 

Apenas mil pessoas puderam entrar no edifício que agora volta a ser uma mesquita, entre elas, estava o Presidente turco. Erdogan disse que Santa Sofia vai servir todas as religiões e continuará a ser um local de herança cultural para toda a humanidade.

Cá fora, milhares de muçulmanos rezaram e aplaudiram a decisão do presidente.

No entanto, a decisão foi criticada por países como a Grécia, Estados Unidos e França, e personalidades como o Papa Francisco.