Mundo

Nova demissão súbita de inspetor-geral do Departamento de Estado dos EUA

POOL New

Stephen Akard era um colaborador de longa data do vice-Presidente Mike Pence.

O inspetor-geral do Departamento de Estado dos EUA Stephen Akard, responsável pela investigação de dossiês potencialmente comprometedores para o chefe da diplomacia, Mike Pompeo, demitiu-se esta quarta-feira subitamente, apenas alguns meses após o despedimento do seu antecessor.

Stephen Akard era um colaborador de longa data do vice-Presidente Mike Pence, e a sua chegada em maio a este cargo, destinado a controlar a ação do Departamento de Estado, foi interpretada como uma força de proteger Pompeo, um dos mais próximos aliados do Presidente Donald Trump.

Akard informou os colegas do seu "regresso ao setor privado após anos de serviço público", indicou um porta-voz do departamento de Estado, que acrescentou: "Estamos reconhecidos pela sua dedicação ao ministério e ao nosso país".

Esta saída ocorre quando o gabinete do inspetor-geral está prestes a concluir um relatório sobre um recurso apresentado por Pompeu a um procedimento de urgência para desbloquear vendas de armas à Arábia Saudita e outros aliados árabes num valor de 8,1 mil milhões de dólares (6,8 mil milhões de euros), apesar da oposição do Congresso norte-americano.

Trump despediu Steve Linick, o antecessor de Akard, a pedido expresso de Pompeo quando o então inspetor-geral investigava este caso. Linick tinha acabado de iniciar um inquérito sobre diversas queixas que acusavam Pompeo e a sua mulher Susan de terem exigido a um agente pago com dinheiro público que passeasse o seu cão, ou trouxesse as suas roupas da lavandaria.