Mundo

Primeiro-ministro libanês diz que o país vive "verdadeira catástrofe"

Mohamed Azakir

O último balanço dá conta de pelo menos 100 mortes.

O primeiro-ministro libanês afirmou hoje que o país está a viver "uma verdadeira catástrofe" e voltou a pedir a ajuda de todos os países e amigos do Líbano após as explosões de terça-feira em Beirute.

Num breve discurso transmitido pela televisão hoje de manhã, Hassan Diab reiterou a promessa de encontrar e punir os responsáveis pelas duas explosões, que fizeram pelo menos 100 mortos e mais de 4.000 feridos.

Na capital libanesa continua a ver-se fumo a sair da zona do porto.

As principais ruas do centro da cidade estão cheias de destroços e veículos destruídos e as fachadas dos prédios estão danificadas.

O responsável da Cruz Vermelha libanesa George Kettaneh elevou hoje o balanço do desastre para pelo menos 100 mortos e 4.000 feridos e avisou que os números ainda podem subir.

  • 2:34