Mundo

Reino Unido diz que é muito cedo para especular sobre causa da explosão em Beirute

Aziz Taher

O último balanço dá conta de pelo menos 100 mortes.

A Grã-Bretanha disse esta quarta-feira que era muito cedo para especular sobre a causa da enorme explosão que atingiu Beirute e que matou pelo menos 100 pessoas.

Na terça-feira, o presidente Donald Trump classificou a explosão como um possível ataque, embora os líderes libaneses tenham dito que provavelmente foi causada por material altamente explosivo, que estava armazenado há anos em lojas de material de construção na capital.

Quando perguntaram ao o ministro britânico da educação Nick Gibb sobre as causas da explosão, disse:

"As autoridades libanesas estão naturalmente a investigar a causa da tragédia e, antes de termos os resultados da investigação, é prematuro especular".

Gibb também disse que a Grã-Bretanha estava a discutir que assistência técnica e financeira poderia ser oferecida ao Líbano.