Mundo

Prioridade em Beirute é encontrar as dezenas de pessoas desaparecidas

Na noite desta quinta-feira houve protestos violentos nas ruas de Beirute.

É no cenário pós-apocalíptico, em que se transformou o porto de Beirute, que as equipas de resgate libanesas e internacionais tentam descobrir pequenos milagres.

Dezenas de pessoas continuam desaparecidas, mas a probabilidade de encontrar sobreviventes debaixo das toneladas de escombros, neste ambiente altamente tóxico, é ínfima.

As explosões provocaram mais de cinco mil feridos. São também cinco mil sobreviventes com muitas feridas visíveis e invisíveis.

Protestos em Beirute

Na noite desta quinta-feira houve protestos violentos nas ruas de Beirute. A corrupção que têm minado o Líbano revela-se agora demasiado insuportável.

Perante a dimensão dos danos e dos traumas, reerguer a cidade parece uma impossibilidade. Mas o Líbano, situado entre a Síria e Israel, foi e continua a ser um país estrategicamente cobiçado pelas potências regionais e internacionais.

Diáspora libanesa

Em nenhum outro país, nem mesmo no Líbano, vivem tantos libaneses como no Brasil. Estima-se que haja mais de 10 milhões de descendentes de libaneses a viver no país carioca.

A grande diáspora libanesa ajuda a explicar o gesto de solidariedade internacional, marcado no Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.