Mundo

A primeira tatuagem aos 103 anos. Dorothy Pollack mostra que nunca é tarde para realizar sonhos

A mulher tatuou um sapo no braço.

Uma mulher com 103 anos tinha o sonho de fazer uma tatuagem e, depois do confinamento, decidiu, na sexta-feira, desenhar um sapo no braço por ser um animal que "gosta", de acordo com a CNN.

Facebook Teresa Gomez Zavitz-Jones

A mulher estava num lar em Muskegon, Michigan, onde passou meses isolada durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

"A enfermeira do lar disse que ela estava terrivelmente deprimida e que precisávamos de tirá-la de lá", disse a neta Teresa Zavitz-Jones.

Semanas depois de receber alta, de repente, Pollack disse que estava na altura de cumprir o sonho e fazer uma tatuagem.

Facebook Teresa Gomez Zavitz-Jones

A mulher arregaçou as mangas e pacientemente assistiu à tatuagem. Embora a maioria das pessoas estremecesse e se encolhesse ao sentir uma agulha na pele, Pollack mal se mexeu

"Ela fez a tatuagem como uma campeã. Eu nem a vi a estremecer. Talvez tenha estremecido uma vez", disse Ray Reasoner Jr., o tatuador de Pollack.

Depois de fazer a tatuagem, a mulher de 103 anos disse que "amou completamente" o resultado final e decidiu riscar outro sonho da lista de desejos. Foi dar um passeio de moto, uma coisa que sempre teve vontade de experienciar.

Aos 103 anos, Dorothy Pollack garante que as aventuras não ficam por aqui.

  • 2:34