Mundo

Mulher de Bolsonaro recebeu cheques de suspeito de desviar dinheiro público

Primeira-dama brasileira implicada em investigações.

Depósitos suspeitos na conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro voltam a aproximar o presidente Jair Boslonaro de uma investigação de um suposto esquema de desvio de dinheiro público.

De acordo com as denúncias feitas pela comunicação social brasileira, Fabrício Queiroz, ex-assessor do filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro, quando ele era deputado federal pelo Rio de Janeiro, teria depositado 21 cheques na conta da primeira dama, entre os anos de 2011 e 2016.

Os dados levantados pelo Coaf, um órgão de inteligência do estado brasileiro para combater fraudes financeiras, revelaram que Michele Bolsonaro também recebeu depósitos da mulher de Fabrício Queiroz, num total equivalente a cerca de 14 mil e quinhentos euros.