Mundo

Hillary Clinton espera que cobertura da campanha de Kamala Harris seja “menos sexista”

Kamala Harris foi escolhida por Joe Biden para ser a vice-presidente dos Estados Unidos.

A ex-secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton espera que a cobertura da campanha de Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, seja "menos sexista" do que dela, há quatro anos, quando foi candidata a Presidente dos Estados Unidos.

PRIMEIRA MULHER AFRO-AMERICANA NOMEADA PARA INTEGRAR A CORRIDA À CASA BRANCA

Kamala Harris foi escolhida por Joe Biden para ser a vice-presidente dos Estados Unidos, caso o candidato democrata vença as eleições de Novembro.

É a primeira mulher afro-americana a ser nomeada por um dos dois maiores partidos norte-americanos para integrar a corrida à Casa Branca.

A senadora da Califórnia, de 55 anos, é filha de uma investigadora indiana e de um professor de Economia jamaicano.

As eleições presidenciais dos Estados Unidos estão marcadas para o dia 3 de novembro.

  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro