Mundo

Acidente em cadeia na Alemanha com alegadas motivações religiosas faz 3 feridos graves e 3 ligeiros

O homem causou três acidentes na A100, a sul de Berlim, e depois colocou uma suposta caixa de munição na estrada.

Paul Zinken/ AP

O autor do acidente é um iraquiano de 30 anos, que gritou "Allah Akbar (Deus é grande)" ao sair do seu veículo.

Um condutor causou vários acidentes numa autoestrada na Alemanha e ameaçou fazer-se explodir. Seis pessoas ficaram feridas, três com gravidade, um ato qualificado pelo Ministério Público alemão de "islamita". O homem, que foi detido e identificado como sendo de nacionalidade iraquiana, de 30 anos, causou três acidentes na noite de terça-feira na A100, a sul de Berlim, e depois colocou uma suposta caixa de munição na estrada.


Este ato voluntário de provocar os acidentes ocorreu "por motivação islamita, de acordo com o atual estado da investigação", disse um porta-voz do Ministério Público local à agência de notícias AFP.

De acordo com o jornal alemão Die Welt, as conclusões da investigação serão divulgadas esta tarde. A polícia também admite a possibilidade de o condutor que causou os acidentes possa ter distúrbios mentais.

As declarações do motorista sugeriram um ato com motivações religiosas, disse o porta-voz do procurador-geral de Berlim, Martin Steltner.

O acidente em cadeia obrigou ao corte da A100, nos arredores da capital alemã.

A imprensa alemã avança que, depois de ter causado os acidentes, o condutor disse que havia um "objeto perigoso" na caixa.

Segundo os jornais Bild e o B.Z., o homem teria ameaçado: "Ninguém se aproxima, senão morrem todos."

Os técnicos forenses radiografaram a caixa de metal que aparentemente seria adequada para armazenar munição.

Vestígios de explosivos não foram encontrados no carro, disse fonte da polícia.

Paul Zinken/ AP