Mundo

Equipa de especialistas japoneses a caminho da Ilha Maurícia 

MOBILISATION NATIONALE WAKASHIO

Decorre uma investigação para apurar as causas do desastre ambiental.

Uma nova equipa de especialistas japoneses está a caminho da Maurícia, com equipamento técnico, para ajudar nos trabalhos de remoção do navio que encalhou ao largo da ilha, no Oceano Índico, há três semanas.

Os especialistas enviados pela Agência de Cooperação Internacional do Japão vão ainda ajudar a avaliar o impacto do acidente na fauna e flora marinhas e na economia local.

O navio partiu-se em dois, há três dias, o que provocou um derrame de quase mil toneladas de petróleo na costa das Maurícias. É já considerado o pior desastre ambiental de sempre naquele arquipélago.

As autoridades estão a investigar para apurar as causas do desastre.

O capitão do navio japonês e um outro membro da tripulação foram detidos, sem direito a fiança. São acusados de não cumprir as regras de segurança marítima e vão ficar sob a custódia da polícia até à próxima sessão em tribunal, que deverá acontecer a 25 de agosto.

A empresa japonesa dona do graneleiro diz apenas que vai aguardar as decisões judiciais.

Imagens de Satélite mostram dimensão da mancha de petróleo ao largo da ilha Maurícia

A corrida contra o tempo para travar o derrame de petróleo na ilha Maurícia