Mundo

Roubo insólito na Alemanha. Milhares de pessoas querem salvar javalis "atrevidos"

Adele Landauer Facebook

Existe uma petição para evitar que os animais sejam abatidos, depois de roubarem um portátil e serem perseguidos pelo dono, que estava nu.

Um javali e as duas crias estão a dar que falar, depois de roubarem um portátil e serem perseguidos pelo dono, que estava nu. O momento insólito aconteceu junto a um lago em Berlim, uma zona já conhecida pelos animais, e chamou a atenção das autoridades alemãs. Milhares de pessoas esperam agora salvar os animais, que podem vir a ser abatidos.

A perseguição ocorreu no lago de Teufelsseee, na capital alemã, e foi captada por uma banhista que lá estava. Adele Landauer recorreu ao Facebook para mostrar as imagens, com uma publicação que atingiu mais de 22 mil partilhas só na rede social.

A javali, apelidada de Elsa, e as duas crias têm sido avistadas diversas vezes nesta zona balnear. Numa das visitas, aconteceu o momento insólito: o animal roubou um computador portátil e foi perseguido pelo dono, que estava completamente nu.

Perante a publicação viral e a recente fama dos três animais, o Departamento de Florestas do distrito de Grunewald veio alertar a população para o perigo dos javalis selvagens.

Citado pelo The Guardian, o departamento reconhece que a falta de timidez perante os humanos é o que os torna mais perigosos e que os leva a aventurarem-se e a roubar comida e outros pertences. Perante isto, os animais terão de ser abatidos, de acordo com o gabinete.

Estas declarações levaram à criação de uma campanha para salvar os animais. No domingo, dezenas de pessoas manifestaram-se junto ao Departamento de Florestas contra a morte dos três javalis. Foi até criada uma petição, que já reuniu mais 12 mil assinaturas, que defende o salvamento destes "atrevidos, mas pacíficos" javalis de Teufelssee.