Mundo

Líbia anuncia cessar-fogo no país apoiada pelas Nações Unidas

Trípoli, Líbia

Ayman Al-Sahili

O governo de Tripoli também pediu o fim do bloqueio ao petróleo imposto por forças rivais desde o início do ano.

O Governo da Líbia, apoiado pelas Nações Unidas, anunciou hoje um cessar-fogo em todo o país e pediu a desmilitarização da contestada cidade estratégica de Sirte, que é controlada por forças rivais.

O governo de Tripoli também pediu o fim do bloqueio ao petróleo imposto por forças rivais desde o início do ano, bem como eleições parlamentares e presidenciais.

A Líbia mergulhou no caos após a queda e morte do ditador Muammar Kadhafi em 2011, e a luta pelo poder é disputada atualmente entre o Governo de Acordo Nacional, de Fayez al-Sarraj, sediado em Tripoli e apoiado pela ONU, e o governo rival do Leste, que apoia o marechal Khalifa Haftar.

Sarraj conta com a ajuda da Turquia e Hifter com o apoio da Rússia e do Egito.

As forças do comandante militar Khalifa Hifter lançaram uma ofensiva em abril de 2019, para tentar capturar a capital, mas a campanha fracassou em junho, quando as milícias aliadas de Tripoli, com apoio turco, ganharam a vantagem, expulsando as suas forças dos arredores da cidade e de outras cidades do Oeste.