Mundo

De herói a embaraço nacional, a vida e obra de Juan Carlos 

Rei emérito investigado em Espanha.  

As autoridades espanholas estão a investigar suspeitas de corrupção que envolvem Juan Carlos I, que estará exilado nos Emirados Árabes Unidos.

Participou na transição da ditadura para a democracia, envolveu-se em várias polémicas e há até quem lhe contabilize quase 5 mil amantes. Em poucos anos, Juan Carlos passou de herói a embaraço nacional.

Casa Real anuncia paradeiro do antigo rei de Espanha

O antigo rei de Espanha Juan Carlos encontra-se nos Emirados Árabes Unidos (EAU) desde o passado dia 3 de agosto, anunciou esta semana a Casa Real espanhola.

"Sua Majestade, o rei dom Juan Carlos indicou à Casa de Sua Majestade que se mudou a 3 de agosto para os Emirados Árabes Unidos, onde permanece desde então", lê-se num curto comunicado, divulgado pela Zarzuela (Palácio Real).

JUSTIÇA ESPANHOLA INVESTIGA SUSPEITAS DE CORRUPÇÃO

O Supremo Tribunal espanhol decidiu investigar as suspeitas de delito de corrupção do rei emérito na construção do comboio de alta velocidade entre Medina e Meca, na Arábia Saudita.

De acordo com o Ministério Público, a investigação, que passa para o Supremo Tribunal, irá concentrar-se em "delimitar ou descartar" a relevância criminal dos acontecimentos ocorridos desde junho de 2014, quando Juan Carlos deixou de ser Chefe de Estado e, com isso, perdeu a imunidade que a Constituição espanhola lhe concedia.

A procuradoria-geral considera ser necessário realizar "novas diligências que afetam diretamente o rei emérito", que está a ser investigado pelo Supremo Tribunal.