Mundo

Luso-venezuelano Vasco da Costa foi libertado, mas promete continuar a fazer política contra o regime

Politólogo recebeu um indulto de Nicolás Maduro.

O politólogo luso-venezuelano Vasco da Costa, opositor de Nicolás Maduro, foi esta semana libertado, mas promete continuar a fazer política contra o regime.

Estava preso desde abril de 2018 numa prisão venezuelana. Foi detido pelos serviços secretos, acusado de promover a abstenção nas eleições desse ano, que reconduziram Nicolás Maduro.

Vasco da Costa foi uma das 110 personalidades ligadas à vida política venezuelana que, esta semana, receberam um indulto de Nicolás Maduro.

A poucos meses de novas eleições, o Presidente da Venezuela tenta reconquistar a confiança dos eleitores, mesmo que rodeado de ameaças por parte da oposição.

  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira