Mundo

Amazon dos EUA recusa distribuir sementes de plantas estrangeiras

Sementes misteriosas da Ásia também já chegaram a Portugal.

A Amazon informou que a partir de 3 de setembro não permite a distribuição de sementes estrangeiras nos Estados Unidos, depois de milhares de norte-americanos terem recebido pacotes de sementes vindas da Ásia no correio.

A multinacional disse à BBC que só permitirá anúncios de plantas de vendedores norte-americanos com residência nos Estados Unidos. Todos os anúncios estrangeiros serão removidos e caso os vendedores quebrem a regra correm o risco de serem removidos da plataforma online.

Sementes também já chegaram a Portugal

O Ministério da Agricultura português alertou para o envio postal de pacotes de sementes de países asiáticos, que não foram solicitados, pedindo que estas não sejam semeadas ou deitadas no lixo, mas reencaminhadas para as direções de agricultura.

Para além das sementes de várias espécies, as embalagens podem conter solo, larvas mortas ou estruturas de fungos.

NÃO ABRIR, NÃO SEMEAR E NÃO DEITAR NO LIXO

A governante pediu às pessoas que "não abram, não semeiem e não coloquem no lixo" estas sementes, "porque podem estar contaminadas e podem vir a trazer situações graves" como a da pandemia de covid-19.