Mundo

Tensão nos EUA. Manifestações em todo o país contra a violência policial

Alguns manifestantes estão fortemente armados.

Está a ser um fim de semana de tensão nos EUA. Em várias cidades norte-americanas milhares de pessoas participam em protestos contra e a favor do Presidente Donald Trump.

No sábado, no estado do Kentucky, cerca de duas mil pessoas saíram às ruas para denunciar o racismo e a violência policial. Fortemente armado, o grupo paramilitar juntou-se para lembrar Breonna Taylor, a afroamericana de 26 anos morta em março por agentes à paisana.

Os momentos de maior tensão aconteceram quando o grupo se confrontou com apoiantes de Donald Trump, igualmente armados.

Já na costa leste, a tensão culminou em confrontos e pela segunda noite consecutiva a polícia usou gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes que encheram o centro de Rochester, onde há quase seis meses um afroamericano perdeu a vida depois de uma violenta detenção.

Em Portland os protestos contra o racismo duram há mais de 3 meses e estão a acentuar as tensões raciais. No último fim de semana, um apoiante de Trump foi morto a tiro em plena rua. O principal suspeito era um militante de extrema esquerda que acabou abatido pela polícia.

  • 17:19