Mundo

Venceu o Euromilhões e ainda não foi levantar o prémio. Prazo está a terminar

REMY DE LA MAUVINIERE

Apostador na Escócia ganhou 65 milhões de euros.

O apostador da Escócia que ganhou 65 milhões de euros num sorteio de março do Euromilhões ainda não reclamou o primeiro prémio e tem apenas mais sete dias para o fazer.

Se até 13 de setembro o vencedor não aparecer, o dinheiro será distribuído por instituições de solidariedade social.

De acordo com a Sky News, a empresa que gere o jogo no Reino Unido recebeu uma solicitação sobre o prémio em abril, mas que nunca chegou a ser validada.

Há também outro apostador, este de Leeds, Inglaterra, cujo prazo para reclamar o prémio “M1lhão” está prestes a expirar. Tem até 16 de setembro para o fazer.

O maior jackpot não reclamado de sempre foi de cerca de 72 milhões de euros, de um apostador em Hitchin, Inglaterra, em 2012.

  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira