Mundo

Espécie ameaçada de golfinhos regressa a Hong Kong durante a pandemia

A pausa nas ligações de ferry levou ao reaparecimento de uma espécie específica.

O golfinho-corcunda-indopacífico está de regresso às águas do Rio das Pérolas, em Hong Kong, e os investigadores acreditam que este reaparecimento se deve à pausa nas ligações por ferry entre Kong Kong e Macau provocada pela pandemia do novo coronavírus.

Esta pausa permitiu também aos cientistas estudarem o impacto do ruído subaquático nestes mamíferos. A pesquisa sugere que os golfinhos se adaptaram rapidamente ao ambiente mais silencioso e que é provável que a população do rio aumente.

Esta espécie foi detetada pela primeira vez nas águas de Hong Kong no ano de 1600 e só no Rio das Pérolas estima-se que existam 2.500 exemplares. Ainda assim, a “queda acentuada” no número de golfinhos-corcunda-indopacífico nos últimos anos tem preocupado os investigadores.

“Às vezes acho que estamos a estudar o lento desaparecimento desta população, o que é muito triste”, disse à Reuters a bióloga Lindsay Porter.

A ONG de conservação animal WWF explica que as maiores ameaças a esta espécie incluem a pesca excessiva, poluição da água e o desenvolvimento costeiro.

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes