Mundo

Refugiados na ilha de Lesbos. Migrantes foram transferidos para novo campo

O centro de Kara Tepe tem espaço para oito mil pessoas.

As autoridades gregas começaram esta quinta-feira a transferir milhares de pessoas para um novo campo de refugiados, na Ilha de Lesbos.

Cerca de 13 mil pessoas têm vivido nas ruas ou em parques de estacionamento desde o incêndio da semana passada.

Milhares de refugiados do campo grego de Moria expostos ao mau tempo após incêndio

Milhares de refugiados do campo de Moria ficaram expostos ao mau tempo que se fez sentir na Grécia, à espera de transferência das instalações destruídas pelo incêndio.

Muitas pessoas foram colocadas provisoriamente em tendas precárias depois de o fogo ter destruído os locais onde viviam e aguardam novas instalações, na ilha de Lesbos.

Muitas famílias pernoitaram nas estradas que rodeiam o campo, com mais de 13 mil pessoas.

De acordo com a imprensa local, as forças policiais delimitaram com cordas o perímetro exterior do campo para evitar que os refugiados se desloquem para a cidade de Mitilene, tendo utilizado granadas de gás lacrimogéneo para travar as tentativas de fuga.