Mundo

Novo desafio na Internet terá provocado suicídio de menino de 11 anos em Itália

Facebook

Mensagem que deixou aos pais está a preocupar as autoridades.

Uma criança de 11 anos morreu na noite de terça-feira depois de se ter atirado do 11.º andar de um prédio em Nápoles, Itália. Antes de saltar, o menino deixou uma mensagem aos pais que está a preocupar as autoridades.

"Mãe, pai, eu amo-vos. Agora tenho de seguir o homem de capuz preto. Não tenho mais tempo. Perdoem-me", cita o jornal Corriere della Sera.

Foi esta a mensagem que a criança italiana enviou para o telemóvel dos pais antes de se suicidar, à meia-noite e meia de terça-feira. A sua “lucidez e urgência” estão a assustar as autoridades, que abriram uma investigação ao que acreditam poder ser uma nova “armadilha” da Internet.

Semelhanças com o desafio "Baleia Azul"?

O Ministério Público de Itália acredita que o suicídio do rapaz poderá ter acontecido na sequência de um desafio à semelhança do “Baleia Azul”, um fenómeno que, entre 2017 e 2019, terá resultado na morte de dezenas de crianças em todo o mundo. Na altura, a PSP chegou a fazer um alerta, depois de quatro jovens portugueses terem ficado feridos com gravidade.

Neste desafio, as crianças eram ameaçadas e obrigadas a automutilarem-se por desconhecidos que conheciam na Internet, os chamados curadores do jogo.

As provas entretanto recolhidas pelas autoridades italianas parecem apontar para um desafio semelhante, em que alguém com o nome de “Jonathan Galindo” e com uma aparência infantil, semelhante à personagem “Pateta”, instiga as crianças nas redes sociais. Segundo o Corriere della Sera, a imagem foi criada por um produtor de efeitos especiais, em 2012.

A polícia já está na posse do telemóvel e da consola de jogos da criança e irá reconstruir as suas últimas conversas.