Mundo

Furacão Delta vai atingir a costa mexicana em Yucatan nas próximas horas

Jorge Delgado

Previsões dos serviços meteorológicos o Delta vai tocar uma zona próxima do porto de Morelos, entre Cancun e Playa del Carmen, uma região muito procurada por turistas.

O México começa a sentir os efeitos da passagem do furacão Delta que apesar de ter perdido intensidade no mar vai tocar a costa em breve e já provocou rajadas de 265 quilómetros por hora.

O furacão de força 3 avança com ventos de 195 quilómetros por hora, mas de acordo com o Serviço de Meteorologia Nacional do México verificam-se rajadas de 265 quilómetros por hora.

As autoridades mexicanas estimam que o furacão que se encontra a 130 quilómetros a sudeste da ilha de Cozumel e a 175 quilómetros de distância de Cancun vai alcançar a zona da costa por volta das 05:00 (10:00 em Lisboa).

Segundo as previsões dos serviços meteorológicos o Delta vai tocar uma zona próxima do porto de Morelos, entre Cancun e Playa del Carmen, uma região muito procurada por turistas.

Este furacão fez acionar o alerta vermelho no estado de Yucatan sendo considerado o mais perigoso dos últimos 15 anos altura em que o ciclone Wilma destruiu várias zonas turísticas das Caraíbas.

A Secretaria de Turismo do Governo mexicano anunciou que os 30 mil turistas que se encontram na zona de costa estão protegidos.

As nacionalidades dos turistas não foram divulgadas mas foi posto em operação o sistema de localização de visitantes "Guesse Locator" que funciona em coordenação entre as entidades locais e os respetivos consulados.

A população dos 127 municípios de Yucatan e Quintana Roo foi alertada sobre a chegada iminente do furacão tendo sido preparados 135 refúgios, 127 dos quais em Quintana Roo, informou Laura Velázquez, coordenadora nacional da Proteção Civil.

As autoridades enviaram para o local 9.979 elementos do Exército, Marinha, polícia, além de bombeiros e equipas da Comissão Nacional de Eletricidade para fazerem face aos efeitos do furacão.