Mundo

Detido o capitão do navio de bandeira portuguesa que colidiu com embarcação da marinha grega

Petros Giannakouris

A embarcação da marinha grega ficou severamente danificada na popa.

As autoridade gregas detiveram, esta quarta-feira, o capitão do navio de bandeira portuguesa que colidiu com uma draga da marinha grega, na terça-feira, à entrada do Piraeus, o principal porto marítimo de Atenas, segundo a Associated Press.

A guarda-costeira avançou que o capitão do navio porta-contentores de bandeira portuguesa foi detido por alegadas violações ao código-penal grego e à Convenção sobre o Regulamento Internacional para Evitar Abalroamentos no Mar.

Através de um comunicado, a empresa alemã John T. Essberger, responsável pelo navio, disse estar disponível para colaborar com a investigação.

"Os detalhes exatos do incidente, que ocorreu na manhã de terça-feira, 27 de outubro, ainda não estão claros. As autoridades gregas continuam as investigações nas quais a John T. Essberger está disponível para total cooperação."

A tripulação da embarcação grega foi obrigada a abandonar o navio, devido aos danos provocados pelo embate. Dois feridos ligeiros foram transportados para o hospital, enquanto a restante tripulação foi transferida para outra embarcação naval, avança a guarda-costeira, citada pela AP.

Kallisto – o barco da marinha grega que tem capacidade de localizar e arrastar minas – ficou severamente danificado na popa, tendo sido levado para uma base naval na ilha de Salamina.

O navio porta-contentores dirigia-se para o porto de Canakkale, na Turquia.


  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias