Mundo

Sismo na costa do mar Egeu já fez 62 mortos e 940 feridos

ERDEM SAHIN

Desde a manhã de sexta-feira, momento do sismo, já ocorreram mais 812 abalos secundários.

Subiu para 62 o número de mortes e para 940 o número de feridos, vítimas do sismo que abalou a costa turca do mar Egeu, na sexta-feira, de acordo com as autoridades locais.

"Pelo menos 62 pessoas perderam a vida. Dos 940 feridos, 722 já tiveram alta dos hospitais e 218 continuam em tratamento médico", disse o serviço de emergência médica da Turquia, num comunicado divulgado este domingo, atualizando números divulgados no sábado.

"Os esforços de busca e resgate continuam em oito edifícios em Izmir", acrescentou o vice-presidente do Governo, Fuat Oktay, revelando que 104 pessoas já foram resgatadas vivas dos escombros de 17 prédios que desabaram naquela cidade turca.

Dezenas de pessoas soterradas nos escombros

Izmir, uma cidade com quatro milhões de habitantes, é a terceira maior da Turquia e aquela que foi mais afetada pelo terramoto, com magnitude 6,8, cujo epicentro se verificou a 60 quilómetros da costa, no mar Egeu.

Embora não haja ainda estimativas oficiais sobre o número de pessoas que ainda estão desaparecidas, as equipas de resgate consideram que ainda haja pelo menos 30 pessoas soterradas nos escombros.

Desde a manhã de sexta-feira, momento do sismo, já ocorreram mais 812 abalos secundários, 40 deles com magnitude superior a 04 graus.

O terramoto foi sentido numa vasta área, tendo sido notado em várias cidades da Bulgária e na vizinha ilha grega de Samos, onde causou a morte de dois jovens.