Mundo

Jornalista mexicano alvejado quando se preparava para entrar em direto

Canva

Israel Vázquez Rangel estava a fazer a cobertura do aparecimento de restos mortais humanos quando foi baleado.

Um jornalista mexicano foi alvejado na segunda-feira em Salamanca, no Estado de Guanajuato, México.

Israel Vázquez Rangel, de 31 anos, trabalhava para o site de notícias "El Salmantino" e estava a fazer a cobertura do aparecimento de restos mortais humanos e preparava-se para entrar em direto quando foi baleado, revela a CNN. O jornalista não resistiu aos ferimentos e acabou por morrer poucas horas depois de dar entrada no hospital.

Diego Sinhue Rodríguez Vallejo, governador de Guanajuato, publicou uma mensagem no Twitter a condenar o ataque e informou ainda que vai prestar apoio à família da vítima.

Também o governo municipal de Salamanca emitiu um comunicado onde faz um apelo urgente à ação do procurador-geral e do governo do Estado de Guanajuato.

Ainda não foi anunciada qualquer detenção relacionada com a morte de Israel Vázquez Rangel.

O México é considerado o país do mundo mais perigoso para a imprensa. Em menos de um mês, Israel Vázquez Rangel é o terceiro jornalista assassinado no pais.

  • 0:43