Mundo

Embaixada da Arábia Saudita em Haia alvejada a tiro várias vezes

Mike Corder

Não há feridos a registar, segundo as autoridades locais.

A embaixada da Arábia Saudita em Haia foi alvo de tiros na manhã desta quinta-feira, deixando buracos de balas na fachada e em várias janelas. Não há feridos, segundo a polícia holandesa.

O porta-voz da polícia, Steven van Santen, disse que as autoridades dos Países Baixos foram alertadas por volta das 06:00 locais (05:00 em Lisboa) sobre tiros disparados contra o edifício, situado que fica numa avenida imponente e defronte de um dos canais que atravessem Haia.

Os polícias encontraram várias cápsulas de balas no exterior e iniciaram uma investigação, incluindo um apelo para testemunhas.

A embaixada saudita não fez comentários sobre o episódio.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos disse em comunicado que estava a considerar o caso "extremamente a sério" e que estava em contacto com as autoridades sauditas.

Os disparos contra a embaixada ocorreram um dia depois de uma explosão num cemitério não muçulmano saudita, onde autoridades norte-americanas e europeias comemoravam o armistício da Primeira Guerra Mundial, e que provocou três feridos.

Não houve indicação de que o tiroteio em Haia esteja relacionado com a explosão na Arábia Saudita.