Mundo

Teerão acusa serviços secretos de Israel pelo assassinato do chefe nuclear do Irão

Correspondente SIC

Cinco agentes secretos atacaram o carro do cientista.

Foi assassinado o responsável pelo plano nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh, que também liderava o projeto de misseis.

Terá sido uma acção da Mossad, os serviços secretos israelitas. A Organização das Nações Unidas apelam à calma.

A reportagem é de Henrique Cymerman, o correspondente da SIC no Médio Oriente.

  • 2:33