Mundo

Alpinista britânica desaparecida nos Pirinéus há oito dias

Facebook Esther & Dan

Equipas de busca não encontraram qualquer sinal de Esther Dingley, de 37 anos.

Uma alpinista britânica desapareceu durante uma caminhada na cordilheira dos Pirinéus, na fronteira entre França e Espanha. Esther Dingley foi vista pela última vez a 22 de novembro, segundo indicação do seu parceiro Dan Colegate.

"Estou arrasado ao reportar que a minha amada Esther, a pessoa que me ensinou a sentir, está desaparecida. As equipas de busca e resgate não encontraram qualquer vestígio", escreveu Dan Colegate numa página onde o casal documentava as suas viagens e aventuras.

A alpinista foi vista pela última vez a 22 de novembro, no lado espanhol das montanhas, segundo disse o porta-voz da equipa de resgate à CNN. Dezasseis pessoas procuram a britânica com a ajuda de um helicóptero, mas até ao momento não foi detetado qualquer sinal de Esther.

As autoridades francesas apelam a outros alpinistas que a tivessem visto ou falado com ela, que contactem a PGHM Bagnères de Luchon.

"Estamos perante uma situação de emergência."

Esther Dingley começou a caminhada a 22 de novembro e esperava-se que voltasse no dia 25 de novembro. Tinha planeado uma rota entre as montanhas de Port de la Glère e Port de Vénasque.

O casal inciou a viagem pela Europa em 2014, depois de Dan ter superado uma doença grave.