Mundo

Pelo menos 18 mineiros morrem em mina de carvão na China

Um mineiro foi encontrado vivo e ainda faltam localizar mais cinco.

Pelo menos 18 mineiros morreram por níveis elevados de monóxido de carbono no sudoeste da China, numa mina de carvão, informou este sábado a televisão estatal chinesa.

Um mineiro foi encontrado vivo e os socorristas continuam à procura de mais cinco, após o acidente que ocorreu na mina de Diaoshuidong, situada no município de Chongqing (sudoeste), uma grande área urbana localizada a cerca de 1.800 quilómetros da capital chinesa, Pequim.

De acordo com a agência de notícias estatal, a Xinhua, esta mina já tinha registado um outro acidente em março de 2013, causando três mortos.

A China, o principal produtor de carvão a nível mundial, regista frequentemente graves acidentes em minas, uma vez que as medidas de segurança são regularmente mal aplicadas e negligenciadas.

Em setembro passado, 16 mineiros morreram numa mina de carvão igualmente localizada no município de Chongqing, também após uma fuga de gás.

Outros 15 mineiros também morreram, em novembro de 2019, na sequência de uma explosão provocada pela acumulação de gás numa mina na província de Shanxi.

As autoridades chinesas atribuíram na altura a explosão a atividades "ilegais".