Mundo

Trezentas pessoas hospitalizadas na Índia com uma doença ainda não identificada

AP

Os pacientes foram sujeitos ao teste da covid-19 e todos deram resultado negativo.

Uma doença não identificada levou à hospitalização de 300 pessoas no sudeste da Índia, de acordo com as autoridades locais que estão a investigar os casos.

A CNN conta que os pacientes, da cidade de Eluru, no estado de Andhra Pradesh, tiveram sintomas como convulsões, perda de consciência e algumas náuseas durante o fim de semana.

Apesar de Andhra Pradesh ser um dos estados mais afetados pela pandemia na Índia, com mais de 800.000 casos confirmados, nenhuma das 300 pessoas testou positivo para a doença.

"Todos os pacientes tiveram resultados negativos para a covid-19", disse Dolla Joshi Roy, delegada de saúde responsável.

Roy acrescentou ainda que das 300 pessoas, cerca de 180 já receberam alta e as restante estão "estáveis". Há resgisto de uma morte, no entanto as causas não estão relacionadas com os sintomas, confirmou a delegada de saúde.

Numa nota divulgada, o Departamento de Saúde de Andhra Pradesh revela que as primeiras análises ao sangue não encontraram nenhuma evidência de infeção viral, como dengue ou chikungunya, ambas causadas por picadas de mosquito.

As autoridades de saúde estão agora a fazer análises à água em Eluru, porque todas as pessoas afetadas receberam água de uma fonte comum.

Especialistas do Instituto de Ciências Médicas da Índia e um neurologista de outro estado também chegaram à cidade para realizar mais testes neurotóxicos.

A delegada de saúde diz que apesar da "causa ainda ser desconhecida", as autoridades estão a fazer "todos os tipos de testes, incluindo a alimentos e a leite" para descobrir a origem desta doença não identificada.