Mundo

ONU angariou mais de 305M€ para Fundo de Emergência de 2021

Denis Balibouse

Dinheiro utilizado para responder a crises humanitárias.

As Nações Unidas anunciaram na terça-feira que já angariaram mais de 370 milhões de dólares (cerca de 305 milhões de euros) para o Fundo de Emergência, a fim de ajudar a responder a crises humanitárias.

Mais de 50 doadores comprometeram-se a contribuir para o Fundo Central de Resposta a Emergências da ONU, durante um encontro por videoconferência, indicou a instituição em comunicado.

"Este Fundo é uma das formas mais rápidas de ajudar as pessoas em crises súbitas" e "aqueles que não estão na linha da frente do radar global", disse o secretário-geral da ONU, António Guterres.

Criado em 2005, o Fundo "ajudou este ano milhões de pessoas a terem comida, cuidados, abrigo e proteção", explicou ainda o secretário-geral adjunto das Nações Unidas para os Assuntos Humanitários, Mark Lowcock.

Em 2020, o Fundo de Emergência da ONU beneficiou 65 milhões de pessoas em 52 países e territórios com um valor total de mais de 900 milhões de dólares (742 milhões de euros).

O dinheiro foi utilizado contra a pandemia de covid-19 e outras doenças, em conflitos ou catástrofes naturais (secas, terramotos, furacões) ou para evitar a fome, de acordo com a nota.

A conferência de doadores para o Fundo de Emergência realizou-se dias após as Nações Unidas terem divulgado uma estimativa das necessidades humanitárias em 2021, de 35 mil milhões de dólares (quase 29 mil milhões de euros), que deverão servir para acorrer a 160 milhões de pessoas.

Veja também:

  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes