Mundo

Pelo menos dois mortos e 19 feridos em incêndio num armazém abandonado perto de Barcelona

Twitter Xavier García Albiol

Edifício na cidade de Baladona costumava estar ocupado por migrantes clandestinos.

Pelo menos duas pessoas morreram e 19 ficaram feridas num incêndio num armazém abandonado, em Badalona, nos arredores de Barcelona, ​​em Espanha.

Os dois corpos foram encontrados esta quinta-feira de manhã. Eram de um marroquino e de um senegalês. Em relação aos feridos, três estão em estado crítico, quatro têm feridos graves e os restantes são feridos ligeiros. As autoridades admitem que o número pode vir a aumentar.

O incêndio começou por volta das 21:00 (20:00 de Lisboa) de quarta-feira numa zona de resíduos industriais.

Para já, não é claro o número de pessoas que estavam no armazém abandonado, uma antiga fábrica, quando o incêncio começou. Segundo as autoridades municipais,100 e 200 migrantes viviam no local em condições precárias.

Os bombeiros ainda não deram a operação por terminada. O edifício de três andares, que costumava ser ocupado por migrantes clandestinos, está em risco de ruir.

"Localizámos 60 pessoas, mas muitas saíram pelas janelas traseiras e foram-se embora. Podem ser mais de 100 os que já saíram", disse o presidente da Câmara de Badalona, Xavier Garcia Albiol, na quarta-feira à noite.

As televisões locais transmitiram imagens do edifício abandonado em chamas com várias pessoas penduradas nas janelas a tentar escapar.

No Twitter, o presidente da Câmara adiantou que os bombeiros não podem entrar no edifício, devido ao risco de abatimento.

Já o chefe do Governo espanhol lamentou as vítimas mortais do incêndio e agradeceu aos serviços de emergência.

"Lamento profundamente a perda de vidas humanas e agradeço aos serviços de emergência pelo seu trabalho que salvou dezenas de pessoas das chamas", disse esta quinta-feira o chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez na sua conta no Twitter.

As causas do incêndio ainda não são conhecidas.