Mundo

Candidato do partido do poder no Níger vence primeira volta das presidenciais

AP

Favorito para vencer a eleição, Bazoum, que aproveitou a máquina eleitoral do seu partido e do Estado, prometeu focar-se na segurança e na educação, especialmente para as crianças do sexo feminino.

O candidato do partido do poder no Níger, o ex-ministro Mohamed Bazoum, ficou em primeiro lugar na primeira volta das eleições presidenciais de 27 de dezembro e enfrentará na segunda volta o ex-Presidente Mahamane Ousmane.

De acordo com os resultados oficiais, divulgados hoje pela comissão eleitoral, Mohamed Bazoum conquistou 39,33% dos votos e terá de disputar uma segunda volta, a 20 de fevereiro, com o ex-Presidente Mahamane Ousmane, que ficou em segundo com 16,99%.

Homem de confiança do Presidente cessante, Mahamadou Issoufou, Bazoum esperava uma vitória logo na primeira volta e terá agora de procurar alianças para a nova ronda do escrutínio.

Num país marcado por golpes de Estado e fustigado por ataques 'jihadistas' espera-se que esta eleições seja a primeira transição democrática entre dois presidentes eleitos no Níger, desde a sua independência, em 1960.

O Presidente cessante Mahamadou Issoufou, de 68 anos, sai do poder após cumprir os dois mandatos constitucionais.

Favorito para vencer a eleição, Bazoum, que aproveitou a máquina eleitoral do seu partido e do Estado, prometeu focar-se na segurança e na educação, especialmente para as crianças do sexo feminino, no país recordista mundial da fertilidade com 7,6 filhos por mulher.

Um dos principais desafios do Presidente que sair desta eleição será conter os ataques "jihadistas" que causaram centenas de mortos e cerca de 500 mil refugiados e deslocados desde 2010, segundo dados das Nações Unidas.