Mundo

Arábia Saudita vai reabrir fronteiras com Qatar, encerradas desde 2017

Canva

A decisão foi avançada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros do Koweit.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Koweit indicou esta segunda-feira que a Arábia Saudita vai reabrir a partir de hoje as fronteiras com o Qatar, encerradas em junho de 2017 na sequência do bloqueio imposto ao país.

A decisão ocorre na véspera da uma cimeira do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG), focalizada na reconciliação regional.

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Koweit, Ahmad Naser al Mohamed al Sabah, assegurou que "foi acordado abrir o espaço aéreo, terrestre e marítimo entre o reino da Arábia Saudita e o Estado do Qatar a partir desta noite", segundo informou a agência noticiosa koweitiana KUNA, sem fornecer mais detalhes.

O Koweit assumiu com os Estados Unidos a função de mediador para solucionar este conflito, como tem sucedido com outros contenciosos nesta turbulenta região.

Em simultâneo, o príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, assegurou pouco após o anúncio emitido pelo Koweit que a política do seu país "se baseia num enfoque firme para garantir os interesses" do CCG, de acordo com um comunicado divulgado pela agência oficial saudita SPA.

Bin Salman assegurou que a cimeira, que decorre terça-feira na Arábia Saudita e preparada com total hermetismo, "unificará e reforçará o caminho do bem e da prosperidade (...) em termos de reunificação e solidariedade face aos desafios na nossa região".

No comunicado, o príncipe herdeiro não fez qualquer alusão ao Qatar ou à eventual reabertura das fronteiras.

O Conselho de Cooperação do Golfo integra Bahrein, Koweit, Qatar, Arábia Saudita, Omã e Emirados Árabes Unidos.