Mundo

Irão apreende petroleiro sul-coreano no Estreito de Ormuz

O petroleiro estava a viajar da Arábia Saudita para Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos.

A força naval da Guarda Revolucionária do Irão apreendeu um petroleiro de bandeira sul-coreana no Estreito de Ormuz, declarou esta segunda-feira a televisão estatal iraniana.

A televisão estatal disse que o petroleiro MT Hankuk Chemi foi abordado pelas autoridades iranianas devido a uma suposta "poluição por petróleo" no Golfo Pérsico e no Estreito.

A agência de notícias semioficial iraniana Fars referiu também que as forças navais da Guarda Revolucionária do Irão arrestaram o navio.

"Um navio sul-coreano foi apreendido em águas do Golfo pela marinha do Sepah (força naval ligada a Guarda Revolucionária) e transferido para um porto de nosso país", indicou a agência de notícias, sem referir o nome do navio.

"Este navio-tanque de bandeira sul-coreana foi apreendido devido à poluição por petróleo e por riscos ambientais", disse a agência.

O petroleiro estava a viajar da Arábia Saudita para Fujairah, nos Emirados Árabes Unidos.

Dados de satélite do portal MarineTraffic.com mostraram hoje o MT Hankuk Chemi ao largo do porto de Bandar Abbas, ao sul do Irão.