Mundo

Detido líder do grupo norte-americano de extrema-direita "Proud Boys"

Allison Dinner

Por alegadamente queimar uma faixa do “Black Lives Matter”.

O líder do grupo de extrema-direita “Proud Boys”, Enrique Tarrio, foi detido na segunda-feira em Wasginton D.C., nos Estados Unidos, por alegadamente ter queimado uma faixa do movimento “Black Lives Matter” pendurada numa igreja historicamente frequentada por negros.

Enrique Tarrio tinha alegadamente roubado e queimado a bandeira da Igreja Metodista Unida de Asbury num protesto a 12 de dezembro. É agora acusado de destruição de propriedade alheia e posse de munições de armas de alta capacidade.

Ao The Washinton Post, o líder dos “Proud Boys” admitiu ter participado na destruição da faixa, revelando que se irá declarar culpado e pagar à igreja o custo.

No protesto pelo menos quatro pessoas foram esfaqueadas e 33 detidas. Grandes grupos de manifestantes tinham-se juntado no exterior do Supremo Tribunal dos Estados Unidos para protestar contra os resultados das eleições presidenciais.