Mundo

Julgamento da máfia italiana. Procuradores tentam provar teia de crimes sangrentos 

Mais de 900 testemunhas em tribunal sob fortes medidas de segurança que deverá demorar entre um e dois anos.

Arrancou esta quarta-feira o maior julgamento da máfia italiana em mais de 30 anos.

No banco dos réus estão mais de 350 arguidos, são suspeitos de ligação ao grupo 'Ndrangheta, a associação criminosa com mais poder em Itália e com uma teia de ligações em todo o mundo.

  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro